> TABOCAS NOTICIAS : CGU e PF apuram irregularidades no processo de contratação da Covaxin



sexta-feira, 29 de outubro de 2021

CGU e PF apuram irregularidades no processo de contratação da Covaxin

Foto: Divulgação / CGU
A Controladoria-Geral da União (CGU) participa, nesta quinta-feira (28), da Operação Imprecisão, que consiste no cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e no estado de São Paulo. O trabalho, realizado em parceria com a Polícia Federal (PF), tem o objetivo de apurar indícios de crimes praticados no processo de contratação para aquisição de doses da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde.

A investigação se iniciou a partir da publicação de reportagens na imprensa sobre indícios da prática de crimes na importação e distribuição da vacina Covaxin, produzida pela empresa indiana Bharat Biotech Limited, e de auditoria conduzida pela CGU sobre o processo de contratação.

No decorrer das apurações, foi identificado que uma empresa que alegava ser a representante oficial do laboratório indiano apresentou documentos falsos ao Ministério da Saúde e à CGU. Os trabalhos revelaram, ainda, uma carta de fiança irregular emitida por outra empresa, que não tem autorização para funcionamento pelo Banco Central, além de outros indícios de fraude nas assinaturas e documentos constitutivos da empresa.

Ainda de acordo com as investigações, as cartas de fiança inidôneas apresentadas para o Ministério da Saúde e diversos outros órgãos públicos federais, estaduais e municipais podem alcançar mais de R$ 500 milhões, caso os compromissos não sejam honrados por quem as apresentou.

O trabalho conta com a participação de oito servidores da CGU e de 50 policiais federais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário