sábado, 31 de agosto de 2019

Superintendente da PF do Rio é exonerado do cargo

Demissão de Saadi acontece após críticas de Bolsonaro por problemas de ‘produtividade’.
Foto: Tomar Silva/Agbr
O superintendente da Polícia Federal do Rio de Janeiro, delegado Ricardo Saadi, foi exonerado hoje do cargo, em decisão publicada no Diário Oficial da União de hoje (30). A portaria foi assinada pelo secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Pontel.

De acordo com a Veja, a demissão de Saadi aconteceria no fim do ano, mas foi precipitada após críticas do presidente Jair Bolsonaro, que declarou que o removeria do posto por problemas de “produtividade”. A PF, no entanto, chegou a desmentir o chefe do Executivo e afirmar que a saída do superintendente já havia sido pedida anteriormente por ele. Agora, o delegado Tácio Muzzi assume como chefe interino da sede da PF no Rio, até que outro nome seja indicado ao cargo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário