sábado, 31 de agosto de 2019

Cortar comprimidos ao meio traz sérios riscos à saúde

Hábito comum pode provocar até intoxicação.
Por Forte na Noticia*Foto: Agência Brasil
Cortar medicamentos ou modificar a forma do comprimido ou cápsula são práticas que podem ser prejudiciais à saúde, interferindo no tratamento e, até mesmo, causando intoxicação e superdosagem. Os medicamentos são produzidos com tecnologias para que tenham o resultado esperado e com o menor efeito colateral possível. Quando o comprimido é cortado ao meio as características de sua formulação podem ser perdidas, alterando diretamente sua forma de ação.

“Existem outros riscos que devem ser levados em conta. Em contato com os materiais utilizados para repartir a dose, o medicamento pode ser contaminado. Além disso, não é possível garantir que as duas partes terão exatamente a mesma dose. Pode haver uma diferença de até 15% na quantidade de princípio ativo entre duas partes, comprometendo o tratamento”, explica o farmacêutico da rede de farmácias Extrafarma, Adriano Ribeiro. Leia tudo em  https://www.fortenanoticia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário