terça-feira, 30 de dezembro de 2014

MPF investiga saques e mudanças societárias de envolvidos em caso Petrobras

  • O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) apuram se ocorreu uma manobra de executivos e empresas envolvidas no esquema da Lava Jato para ocultar bens e patrimônios às vésperas e nos primeiros dias após o desencadeamento da sétima fase da operação, ocorrida em novembro deste ano. 
  • A suspeita do MPF e da PF é que alguns envolvidos efetuaram saques ou transferiram o controle acionário de empresas conexas com o intuito de ocultar bens ou evitar que eles tivessem seus patrimônios totalmente bloqueados.. Um exemplo disso ocorreu com a empresa Technis Planejaamento e Gestão de Negócios, tida pelo MPF como um dos empreendimentos controlados por Fernando Soares, o Fernando Baiano, apontado como operador do PMDB no esquema de desvios de recursos da Petrobras. por Polibio Braga

Nenhum comentário:

Postar um comentário