segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Desemprego nas capitais se deteriora de forma mais rápida, diz pesquisa

Existem claras diferenças na dinâmica da deterioração do mercado de trabalho no País, na avaliação do economista da GO Associados, Alexandre Andrade. A comparação entre os resultados da Pesquisa Mensal de Amostras por Domicílio (Pnad) Contínua, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e da Pesquisa Mensal do Emprego (PME), revela que a taxa de desocupação está avançando mais rápido nas principais capitais brasileiros que em outras regiões. "Aparentemente, o desemprego nas regiões metropolitanas se deteriora de forma mais rápida que na média do País", comentou Andrade. De acordo com a Pnad Contínua, a taxa de desocupação no Brasil aumentou 0,4 ponto porcentual entre o primeiro e o segundo trimestres de 2015, de 7,9% para 8,3%, de acordo com a Pnad Contínua... Leia Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário