sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Homem que empurrou mulher no metrô diz que queria se vingar da sociedade

Ele sorri, impune, embalado por notícias como as da absolvição dos quadrilheiros do Mensalão, porque sabe que se seu caso parar no STF, nada acontecerá. A ministra Maria do Rosário não foi encontrada para falar sobre o caso e clamar pelos direitos humanos do canalha. 

O homem suspeito de empurrar uma passageira nos trilhos do metrô foi detido na madrugada desta sexta-feira em Extrema, cidade ao sul de Minas Gerais. A vítima perdeu o braço. Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, Alessandro de Souza Xavier, de 34 anos, disse que cometeu o crime para se vingar da sociedade.

Ele fala que não se arrepende. E outra, que não conhece a pessoa [a vítma]. 

. A ministra Maria do Rosário não foi encontrada para falar no caso.

. A OAB ainda não mandou ninguém para defender o criminoso. 

. Xavier estava escondido no sítio da família. Após registrar boletim de ocorrência em uma delegacia de Extrema, ele será levado ao DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), em São Paulo. O suspeito já tem nove boletins de ocorrência por agressão a passageiros do metrô e pedestres na região central de São Paulo. 

O crime 
A passageira Maria da Conceição Oliveira, de 28 anos, foi empurrada da plataforma do metrô na manhã de terça-feira (25). O Metrô informou que o incidente ocorreu às 7h16. A circulação na linha 3-Vermelha foi interrompida em um sentido para o resgate. O agressor fugiu após o crime. A vítima perdeu o braço direito. Ela está consciente no hospital e pode ser submetida a uma cirurgia na coluna cervical. por Polibio Braga

Nenhum comentário:

Postar um comentário