> TABOCAS NOTICIAS : Explicando: Mução afirma que terceiros utilizaram computador do radialista



sexta-feira, 29 de junho de 2012

Explicando: Mução afirma que terceiros utilizaram computador do radialista

A Polícia Federal, em operação realizada nesta quinta-feira (28) contra pornografia infantil, prendeu o radialista e humorista Rodrigo Vieira Esmerenciano, o Mução, em Fortaleza, no bairro do Meireles. Na casa dele teriam sido apreendidos um iPad e um notebook. Segundo a defesa de Mução, em entrevista ao radialista Irismar França, da Rádio Verdes Mares, terceiros teriam acesso aos equipamentos de Mução e teriam sido os responsáveis pelos acessos indevidos.

De acordo com Irismar França, que está na sede da Polícia Federal, Mução deve ser encaminhado para Recife na manhã desta sexta-feira, 29. A informação da liberdade do humorista foi dada pela produção do programa para o portal NE10. Na verdade o que houve é que Mução saiu do prédio anexo da PF e foi levado para o prédio sede da Polícia Federal no Ceará também no Bairro de Fátima.

Até o momento, 18 pessoas foram presas em todo o Brasil, de acordo com a PF. Fortaleza é uma das 27 cidades brasileiras que serão alvo da operação da Polícia Federal chamada de "Dirty-Net", que pretende combater uma quadrilha acusada de crimes de pornografia infantil na internet. A PF afirmou que não divulgará os nomes dos envolvidos para garantir sigilo à identidade dos acusados.

O mandado de busca e apreensão em Fortaleza foi expedido pela 13ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária de Pernambuco.

A ação visa dar cumprimento a 50 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará, Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal.

De acordo com a PF, em Fortaleza, foram expedidos quatro mandados de busca e apreensão, uma pessoa foi presa temporariamente e duas pessoas foram presas em flagrante.

Entenda a operação

A operação é resultado do desdobramento de uma investigação que começou em 2011,no Rio Grande do Sul, onde foi possível identificar 49 suspeitos espalhados nas 25 circunscrições do Brasil.

As buscas nos locais designados têm o objetivo de encontrar e apreender todo o tipo de material telemático (cd´s, notebooks, discos rígidos, fotos, filmes) a fim de subsidiar as investigações que estão em andamento, bem como a comprovação de autoria da prática criminosa.

Todos os materiais apreendidos serão analisados por perícia técnica especializada, inclusive as mídias e imagens, visando verificar se existe a participação do suspeito em outras modalidades criminosas prevista no Estatuto da Criança e Adolescente.
Alcance internacional

Os alvos brasileiros compartilhavam material de pornografia infantil com outros usuários da internet em mais 34 países. A PF informou que já comunicou através da Interpol os países envolvidos para que os seja dado prosseguimento às investigações a fim de identificar todos os envolvidos. Com informações do radialista Irismar França, da Rádio Verdes Mares

Nenhum comentário:

Postar um comentário