sábado, 30 de junho de 2018

Gilmar suspende afastamento de vice-prefeito investigado por fraude na merenda

Foto: Divulgação / STF
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, determinou que o vice-prefeito de Mongaguá, Márcio Melo Gomes (PSDB), seja reconduzido ao cargo, de acordo com o blog de Fausto Macedo, do jornal Estadão. Ele estava afastado por decisão da Justiça Federal de São Paulo no âmbito de investigações sobre desvios na merenda escolar. Com o prefeito, Artur Parada Prócida (PSDB), preso preventivamente, Gomes deve assumir o Executivo da cidade. Gomes foi suspenso no dia 9 de maio das funções de vice-prefeito – e teve o salário cortado – no âmbito da Operação Prato Feito, que também levou para a cadeia o prefeito de Mongaguá, Artur Parada Prócida (PSDB), com quem a Polícia Federal achou R$ 4.613.610 e mais US$ 216.763 em dinheiro vivo. A ação mira fraudes em licitações em 30 municípios do Estado de São Paulo. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário