terça-feira, 13 de junho de 2017

BA: TJ condena Extra a indenizar cliente chamado de 'veado' e 'corno'

O supermercado Extra foi condenado pela 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) a indenizar um consumidor em R$ 3 mil por ter sido tratado com palavras de baixo calão. O autor da ação foi chamado de “veado” e “corno” por um vendedor do supermercado. O caso foi relatado pela desembargadora Lígia Ramos. Na ação, o autor pedia reparação por danos morais de R$ 100 mil. Em primeira instância, a Justiça determinou que o Extra pagasse indenização de R$ 5 mil, mas a câmara reduziu para R$ 3 mil. Em sua defesa, o Extra afirmou que os fatos narrados pelo cliente eram “meros aborrecimentos cotidianos não passiveis de indenização”. Leia essa e outras notícias na coluna Justiça!

Nenhum comentário:

Postar um comentário