domingo, 30 de outubro de 2016

Farsas sobre criaturas bizarras que circulam pela Internet

 Bruno Rizzato  - A internet está lotada de informações falsas e boatos. De fato, existem muitas histórias bizarras que realmente aconteceram – como várias relatadas no Jornal Ciência. Porém, alguns boatos tornam-se tão populares que, mesmo anos após a história ser desmentida, continuam circulando nas redes sociais.

Separamos 3 histórias de criaturas e informações ligadas a elas que, apesar de serem difundidas, não passam de uma grande mentira! http://www.jornalciencia.com

1 – As gigantes aranhas-camelo do Iraque (2004)
Um e-mail começou a circular, em 2004, pedindo às pessoas que mandassem força às tropas norte-americanas no Iraque, pois além de estarem em perigosas zonas de guerra, tinham de enfrentar aranhas gigantes (imagem de capa) pré-históricas. O e-mail contém falsas informações – repetidas inúmeras vezes – sobre elas terem sido encontradas pela primeira vez na Guerra do Golfo, em 1993, podendo alcançar a velocidade de 40 km/h, saltando a muitos metros de altura e chegando aos 25 centímetros de comprimento. Para tornar as alegações mais reais, havia uma foto anexada ao e-mail, de soldados dos EUA segurando a suposta aranha.

De fato, as aranhas-camelo existem e são chamadas de Solifugae, uma ordem de animais artrópodes pertencentes à classe Arachnida. Porém, apesar de serem muito grandes e bastante rápidas, eles jamais seriam tão grandes quanto aparecem na foto, nem tão rápidas quanto as reivindicações do e-mail. A foto foi apenas tirada de um ângulo que fez a aranha parecer muito maior do que realmente era.

2 – A fada de Derbyshire (2006)
Como parte de uma elaborada brincadeira de Primeiro de Abril, o publicitário Dan Baines, de Derbyshire, na Inglaterra, criou um suposto cadáver de uma fada, o colocou à venda no eBay (site de compra e venda) e em seu site pessoal. Sua propaganda foi tão bem feita que resultou em mais de 20.000 visitas em apenas um dia. Mesmo depois de ter revelado que tudo não passava de um mito, Baines ainda recebia e-mails de pessoas que acreditavam em fadas acusando-o de encobrir a verdade com sua história.

“Eu recebi todos os tipos de comentários, incluindo pessoas que dizem que já viram exatamente a mesma criatura e uma pessoa que me disse para devolver os restos mortais ao túmulo o mais rápido possível ou eu enfrentaria as consequências”, disse ele em entrevista à BBC.

3 – O corpo do Pé-grande (2008)
Em 2008, dois norte-americanos causaram alvoroço nos meios de comunicação ao alegarem ter encontrado o corpo do famoso e temido Bigfoot (Pé-Grande). Eles realizaram uma conferência de imprensa elaborada, inclusive com a cobertura dos principais meios de notícias, como a CNN. Devido à rapidez com a qual as fotos do suposto corpo se propagaram na internet, a farsa teve uma cobertura maciça.

Porém, a verdade veio à tona. Um entusiasta e aficionado pela lenda do Pé Grande, da Califórnia, pagou aos dois homens da Geórgia a quantia de 50 mil dólares (cerca de 200 mil reais) para comprar o corpo, e depois descobriu que tratava-se apenas de uma fantasia envolvendo sacos de gelo. Um dos homens, que era um policial, foi expulso de sua corporação como resultado de perpetrar a fraude, e ambos enfrentaram uma ação na justiça. [ Mashable ] [ Foto: Reprodução / Mashable ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário