segunda-feira, 31 de março de 2014

Homem vende a própria irmã para comprar drogas no Afeganistão

Um homem de 36 anos admitiu ter vendido a própria irmã para ter condição de financiar seu vício em heroína. O caso ocorreu em Shortepa, província de Balkh, no Afeganistão. 

Abdurahim Mutar confirmou que negociou a irmã, Tazagul, para comprar drogas. Ele disse que é viciado há pelo menos 13 anos, e culpou colegas do exército de o terem influenciado a usar a droga para suportar dias difíceis. 

O homem ainda contou que já deu droga à filha quando tinha apenas um ano, porque ela estava “chorando muito”. “Nós não sabíamos que era perigoso ou geraria problemas de saúde”, contou. 
Sua irmã tinha 18 anos quando foi negociada por cerca de R$ 12 mil. “Ela aceitou isso. Fiquei feliz de ter um bom dinheiro”, disse o homem. “Agora eu gostaria de ter o utilizado de forma melhor, comprando um veículo ou algum imóvel”, concluiu. 

A cidade de Shortepa é a mais atingida em uma rota de tráfico de opiácios, substância derivada do ópio, que é comercializada em todo o mundo. O Afeganistão é responsável pela agricultura de 90% do ópio mundial, e tem cerca de 1 milhão de viciados. No entanto, apenas cerca de 10 mil são tratados por ano no país. Fonte: Metro

Nenhum comentário:

Postar um comentário