domingo, 9 de julho de 2017

FHC seria 'última cartada' de Temer para manter apoio político de PSDB

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil
Mesmo com as frequentes críticas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) à atual gestão do presidente Michel Temer (PMDB) (veja aqui), o peemedebista aposta em FHC para manter o apoio dos tucanos, que estão ameaçando desembarcar da base governista ainda nessa semana. FHC chegou a dizer que Temer realizaria "um gesto de grandeza" ao antecipar as eleições gerais. A aposta de Temer no ex-presidente já vem desde maio deste ano, quando o presidente se reuniu com ele e com o senador Tasso Jereissati (CE), agora presidente do PSDB, para evitar a saída do partido do governo (relembre aqui). De acordo com o blod da jornalista Andréia Sadi, O interlocutor será o ministro Antonio Imbassahy (PSDB-BA). Temer teria pedido que Imbassahy sondasse a disposição do ex-presidente em manter o partido na base e a adiar a decisão de parar de apoiar o governo. A ação busca manter votos contra a denúncia por corrupção passiva na Câmara dos Deputados. O PSDB possui 54 deputados na Câmara. Para a denúncia não seguir para o Supremo Tribunal Federal (STF), é necessário que 342 dos 513 deputados votem a favor. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário