sábado, 30 de janeiro de 2016

VIT. DA CONQUISTA-BA: Pastor suspeito de matar pastora afirma ser ameaçado de morte em presídio

Foto: Reprodução / Blog do Anderson
O pastor Edimar Brito, preso na terça-feira (26) por suspeita de matar uma pastora e sua sobrinha, afirmou ter sido agredido dentro do Presídio Nilton Gonçalves, em Vitória da Conquista, onde está preso desde quarta (27) (leia mais aqui). De acordo com o advogado de Brito, Antônio Rosa, o pastor fez a denúncia durante depoimento nesta quinta (28). O pastor afirmou que tem sido ameaçado de morte por Adriano Silva dos Santos, seu companheiro de cela, que confessou participação e aponta Brito como mandante do crime (veja aqui). "Todos os suspeitos estão na mesma cela, mas meu cliente disse que as agressões estão partindo de Adriano", afirmou Rosa. De acordo com o G1, o advogado informou que já ingressou com pedido de transferência de cela do cliente. "Ele (Edimar) também está sendo ameaçado de morte e forçado a assumir o crime. Já solicitei a mudança de cela junto à direção do presídio". Ainda de acordo com a publicação, a direção do presídio afirmou que investiga as denúncias do pastor, para tomar as medidas cabíveis. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário