sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Justiça acata pedido de Lúcio Funaro e bloqueia bens de empresa da holding J&F

Foto: José Cruz / Agência Brasil
A Justiça de São Paulo decidiu acatar parte do pedido do doleiro Lúcio Funaro e determinou o bloqueio de bens da Eldorado Celulose até o limite de R$ 44,7 milhões. O montante é cobrado por Funaro à empresa como pagamento por serviços prestados na obtenção de um empréstimo de R$ 940 milhões com o FI-FGTS e a Caixa Econômica Federal (CEF), em 2002 (veja aqui), segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo. A defesa do doleiro impetrou uma ação para solicitar o bloqueio de todos os bens da J&F, que controla a empresa, e o impedimento da venda de ativos do conglomerado, mas a Justiça concluiu que o bloqueio da dívida era suficiente. Desde a delação premiada, os empresários Joesley e Wesley Batista estão em negociações para se desfazer de boa parte dos negócios do grupo empresarial. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário