sábado, 12 de agosto de 2017

Com redução de 543 mil benefícios, Bolsa Família tem maior corte em um mês

De junho a julho, o número de benefícios do Bolsa Família diminuiu em 543 mil famílias. Essa foi a maior redução em relação a um mês desde o lançamento do programa, em 2003. Segundo informações do UOL, esse corte inclui suspensões para avaliação e cancelamentos. Mas ainda assim, há meio milhão de famílias na lista de espera para ingressar no programa, o que não há previsão de quando pode acontecer. 

De acordo com a publicação, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário explicou que a medida ainda impacta na vida dos brasileiros em decorrência da "condução desastrosa da política econômica brasileira e a irresponsabilidade fiscal do governo Dilma Rousseff (PT)". A pasta afirma que o ministro Osmar Terra precisou reorganizar a gestão dos programas sociais ao assumir o posto, o que culminou na inclusão de 1.446.423 famílias no programa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário