quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Centrão ameaça barrar votação da MP dos Refis por falta de redistribuição de cargos

Foto: Alan Santos / PR
Os partidos que compõem o centrão têm ameaçado impor uma derrota ao governo porque ainda não receberam os cargos desejados. Siglas como PP, PR, PSD e SD reivindicam uma recompensa por ter apoiado o presidente Michel Temer (PMDB) na votação da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR). Segundo informações da Folha de S. Paulo, o ataque é preparado para a próxima semana, quando a Câmara deve votar a Medida Provisória (MP) do Refis. Programa de renegociação de dívidas com o fisco, a MP é pauta prioritária do setor econômico. De acordo com a publicação, essas siglas afirmam que o governo se recusa a redistribuir cargos antes ocupados por indicados de deputados que votaram contra Temer no Congresso. Diante disso, partidos como PP, PTB e PR afirmam que podem votar tanto o texto editado na Câmara, contra a vontade do Palácio do Planalto, quanto não votar texto nenhum. Se as negociações forem barradas até outubro, a MP vai perder a validade. A publicação aponta ainda que o centrão deve definir a estratégia na próxima semana. Em resposta, o governo promete listar as vagas dos traidores para promover uma redistribuição maior. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário