sexta-feira, 27 de abril de 2018

Guru indiano é condenado à prisão perpétua por estupro

Foto: Stringer India
O guru indiano Asaram Bapu foi condenado à prisão perpétua por abusar sexualmente de uma jovem de 16 anos. Bapu, que possui 400 "ashrams" - centros de meditação e prática religiosa - espalhados pelo mundo, é acusado de violentar uma de suas seguidoras em Judhpur. O caso aconteceu há cinco anos, e o guru chegou a ser preso pelo crime. Mas esse não é o único episódio pelo qual Bapu é julgado. Aos 77 anos, ele também é acusado de violência sexual por uma mulher em Gujarat, crime que teria ocorrido entre 2002 e 2004. Leia mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário