segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Governo espanhol recorre à Justiça para impedir consulta separatista na Catalunha

AFP - Agence France-Presse
O governo espanhol recorreu nesta segunda-feira ao Tribunal Constitucional para impedir a consulta sobre a independência convocada pelo presidente regional da Catalunha, Artur Mas, para 9 de novembro, anunciou o primeiro-ministro Mariano Rajoy.

"A lei não é um capricho de um governo, nem deste nem de nenhum outro. Sem lei, não há democracia nem respeito aos direitos dos cidadãos", afirmou Rajoy após um conselho de ministros extraordinário.

Ele também advertiu que "não há nada nem ninguém que possa romper a soberania única do Estado espanhol".

Nenhum comentário:

Postar um comentário