terça-feira, 30 de setembro de 2014

Dilma recua e tira nota para dizer que PF não precisa autorização sua para agir no Brasil

Nota à imprensa
Tendo em vista interpretações equivocadas e maliciosas divulgadas sobre o posicionamento da Presidenta Dilma Rousseff no debate da TV Record, realizado no dia de ontem, torna-se necessário esclarecer que:

1. Em nenhum momento a Presidenta Dilma Rousseff disse que “autorizou” ou que seria necessária “sua autorização” para que doleiros ou quaisquer pessoas fossem presas pela Polícia Federal;

2. Seu posicionamento no debate, expresso também várias vezes pela imprensa, vem sendo o de que no governo Lula e no seu governo, a Polícia Federal passou a ter autonomia para investigar e praticar os atos da sua competência constitucional e legal, sem interferências políticas de qualquer natureza.

3. Foi nesse contexto, que no debate, a Presidenta Dilma Rousseff afirmou que no seu governo foi dada “autonomia à Polícia Federal para prender o senhor Paulo Roberto e os doleiros todos, o que não acontecia nos governos anteriores”;

4. Na oportunidade, quem usou a palavra “autorizar” foi o candidato Aécio Neves, como pode ser comprovado ao se assistir o debate no site http://www.r7.com;

5. Nesse sentido, ficou reiterado o forte compromisso do governo Dilma Rousseff com a autonomia funcional da Polícia Federal, sendo descabida qualquer interpretação maliciosa e inverídica de que, na sua compreensão, atos de atuação legal da polícia federal devessem ser previamente “autorizados” pela Presidência da República. por Polibio Braga

Nenhum comentário:

Postar um comentário