quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Vale investiu R$ 88 milhões para eleger seus candidatos em 2014

Nada passa na Câmara contra a Vale
Protagonista das tragédias de Mariana e Brumadinho, a Vale investiu R$ 88 milhões nas eleições de 2014.

Ao lado, post que o editor copiou do Twitter.

O Congresso criou duas comissões especiais para discutir a catástrofe da Samarco (Mariana), mas nada foi adiante. A chamada bancada da lama impediu medidas restritivas e de contenção, o que poderia ter evitado a tragédia de Brumadinho. O Congresso atual tem culpa em cartório.

O trabalho das duas comissões resultou em seis projetos para reforçar a fiscalização sobre as mineradoras. Até hoje, nenhum deles foi aprovado. O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) tentou endurecer a Política Nacional de Segurança de Barragens. Sua proposta recebeu parecer favorável na Comissão de Meio Ambiente, mas foi arquivada. 'Forças subterrâneas impediram a votação', diz o tucano".

O lobby das grandes mineradoras é pesado.

Dos 27 titulares das duas comissões, 20 declararam doações de mineradoras. A lista incluía o presidente, Gabriel Guimarães (PT-MG), e o vice, Marcos Montes (PSD-MG), atual secretário-executivo do Ministério da Agricultura. polibiobraga.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário