quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Animais agonizando são sacrificados a tiros em Brumadinho

Foto: Reprodução / G1
Animais vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho e que estejam agonizando tem sido sacrificados pelas forças de segurança responsáveis pelas buscas na região. O abatimento de animais a tiros por helicópteros da Polícia Rodoviária Federal gerou polêmica e discussão nas redes sociais nesta terça-feira (29).

O porta-voz do Corpo de Bombeiros, tenente Pedro Aihara, afirmou que o sacrifício é feito normalmente através de injeção letal, mas devido à situação outros meios estão sendo utilizados.

Entre os animais presos na lama de Brumadinho a maioria é de vacas e aves. Segundo o porta-voz dos Bombeiros até o momento 26 foram resgatados e levados para duas fazendas, onde receberam atendimento veterinário. 

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) divulgou nota manifestando apoio às ações realizadas pelas forças de seguranças. Ainda conforme o CFMV, o trabalho tem sido acompanhado pela entidade e os casos em que animais foram sacrificados "encontravam-se em local sem condições de segurança para serem içados, presos em área que oferecia riscos aos socorristas e sem possibilidade de acesso para intervenção de outra técnica de eutanásia". BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário