terça-feira, 31 de outubro de 2017

Povo faz fila pra doar medula a menina que “não aguenta mais quimio”

Foto: arquivo pessoal
A imagem da solidariedade. Mais de 1,6 mil pessoas fizeram fila para ajudar a menina Júlia Abrame de Oliveira, de apenas 6 anos, moradora de Tatuí, São Paulo.

Elas foram se cadastrar no Centro Médico de Especialidades Médicas como doadoras de medula óssea para ajudar a criança, diagnosticada com leucemia há quatro anos, quando começou a fazer o tratamento. Agora ela precisa do transplante de medula óssea para continuar com as sessões de quimioterapia e radioterapia.

“Ao longo dos anos, com a quimioterapia e radioterapia, a medula da Júlia passou a não aguentar mais, tanto que ela não tem conseguido mais recuperar o funcionamento da medula no pós-quimioterapia. Quando ela recomeçou a fazer o tratamento ficou internada com a medula totalmente zerada nas funções”, disse a mãe da menina, Adriana Cristina Delalori Abrame de Oliveira, ao G1.CONTINUE LENDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário