sexta-feira, 23 de agosto de 2019

SP: PM compra 40 mil pistolas Glock

ISTO É - O governador de São Paulo, João Doria, anunciou hoje que a Polícia Militar paulista vai comprar 40 mil novas pistolas semiautomáticas, calibre .40, para incrementar o combate ao crime no estado. 

A aquisição do armamento, feita junto à empresa austríaca Glock, foi realizada por meio de licitação e prevê que o governo de São Paulo pague R$ 891,66 a cada pistola adquirida, bem abaixo do valor de mercado, estimado em R$ 2 mil cada. Com isso, a compra vai representar uma economia de R$ 53 milhões aos cofres do estado.

Segundo o tenente coronel Marco Aurélio Valério, do Centro de Material Bélico da PM de São Paulo, a concorrência internacional para a compra das armas possibilitou a economia. “Essa competição dos processos licitatórios é extremamente saudável e os resultados demonstram isso de forma inequívoca. A disputa para fornecer armamentos para a Polícia Militar envolveu dois dos fabricantes mais conceituados do mercado de pistolas”, disse Valério, em referência à participação no processo das fabricantes Glock (Áustria) e Beretta (Itália), que foram as finalistas na licitação.

Essas propostas finais foram apresentadas em sessão pública realizada na quarta-feira 21 e agora a Glock terá 10 dias para apresentar amostras das armas que serão submetidas a testes de qualidade. A licitação prevê que, após a assinatura do contrato, a empresa fabricante terá de entregar 8.000 unidades em até 90 dias. A totalidade das pistolas será entregue em até oito meses. Para o mês que vem, está prevista a abertura de outras três licitações para a aquisição de 300 fuzis calibre .556; 1.000 fuzis calibre .762; e 1.000 armas de “incapacitação neuro-muscular”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário