sexta-feira, 30 de agosto de 2019

BA: Fechamento de hospitais psiquiátricos é visto como 'criminoso' pela comunidade e médicos

por Ailma Teixeira / Jade Coelho**Foto: Reprodução/Google Maps
Com a aprovação do Plano de Desinstitucionalização da Bahia, que visa substituir o modelo de atenção hospitalocêntrico por uma rede de serviços inseridos na comunidade, o governo do estado se prepara para fechar seus hospitais psiquiátricos. 

Atualmente, há três unidades do tipo na Bahia: o Hospital Especializado Lopes Rodrigues (HELR) em Feira de Santana; o Hospital Especializado Mário Leal (HEML) e o Hospital Juliano Moreira (HJM), em Salvador.

O plano foi aprovado pelo secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, no último dia 13. Já a publicação foi feita no Diário Oficial do Estado na sexta-feira passada (23).

Desde então, o material passou a ser alvo de críticas. O deputado estadual José de Arimateia (PRB), por exemplo, discursou contra a medida no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Na avaliação dele, a portaria vai na contramão da "Nova Política Nacional de Saúde Mental".

A avaliação dele é referendada pela médica Miriam Elza Gorender, presidente da Associação Psiquiátrica da Bahia (APB). Em entrevista ao Bahia Notícias, ela afirma que a medida "é baseada em uma legislação toda caduca, que não é mais válida". Leia tudo em https://www.bahianoticias.com.br/saude

Nenhum comentário:

Postar um comentário