terça-feira, 30 de julho de 2019

Rui critica Bolsonaro por cancelar reunião com ministro francês: 'Foi cortar cabelo'

por Glauber Guerra, de Juazeiro / Ailma Teixeira
Ao voltar a ser comparado com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), o governador Rui Costa (PT) ressaltou que conduz sua gestão de maneira diferente. Como exemplo, ele citou o encontro com o ministro de Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, na noite dessa segunda-feira (29). De acordo com o petista, o capitão também receberia o chanceler, mas cancelou. Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

"Ontem, veio o chanceler da França, o cabra saiu lá da Europa, pegou um avião, veio pra o Brasil pra representar o governo francês, pra discutir o intercâmbio comercial de negócios com o Brasil. [Drian] Tinha audiência marcada com o presidente da República e, sem explicar razão, o presidente mandou cancelar dizendo que tinha um compromisso inadiável", critica o petista. "E no mesmo horário, ele foi cortar cabelo e gravar vídeo na internet. Esse, infelizmente, é o nosso presidente da República", acrescenta em coletiva de imprensa após a inauguração da Policlínica Regional de Saúde, em Juazeiro.

Para destacar a sua postura diante de personalidades estrangeiras, Rui pontua que ele e os demais governadores do Nordeste terão um encontro com empresários alemães em setembro, em Natal (RN), e vão visitar a França em novembro.

BOLO DE BOLSONARO
A reunião entre Bolsonaro e o ministro francês deveria ocorrer às 15h no Palácio do Planalto. Mas, minutos antes do encontro, o chanceler foi avisado pelo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, que o presidente não teria mais horário disponível para o encontro.

Segundo a Folha de S. Paulo, o cancelamento foi anunciado quando Araújo e Drian almoçavam.

Por volta das 15h45, quinze minutos após o horário em que a reunião deveria acabar, Bolsonaro começou uma transmissão ao vivo nas redes sociais enquanto cortava o cabelo. Após o cancelamento dele, o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) também cancelou seu encontro com o chanceler, previsto para ocorrer às 16h. Horas mais tarde, o ministro encontrou os governadores do Nordeste na embaixada da França em Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário