quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Quarenta pessoas buscam por mudança de sexo no Hospital das Clínicas

Yohana sonha em ser a primeira mulher trans a realizar a cirurgia de redesignação sexual na Bahia. Foto: Varela Notícias
Ambulatório transexualizador foi inaugurado em outubro do ano passado com habilitação do Ministério da Saúde

Inaugurado em outubro do ano passado, o ambulatório transexualizador do Complexo Hospitalar Universitário Professor Edgard Santos (Hupes), mais conhecido como Hospital das Clínicas, já tem quarenta pessoas inscritas que buscam por mudança de gênero.

O ambulatório é o único do estado que tem a habilitação do Ministério da Saúde para atender pelo Sistema Único de Saúde.

Até o momento, o local oferece apenas a terapia hormonal, mas os pacientes aguardam ansiosos pela autorização do Ministério da Saúde para a realização das cirurgias de redesignação sexual, previstas na Portaria nº 2.803.

A professora de dança Yohana Cerqueira, 43 anos, é uma das mulheres trans que são atendidas no ambulatório e sonham com a cirurgia.

“Eu nasci uma mulher com órgão masculino, mas meu corpo nunca foi masculino. A cirurgia é prioritária na minha vida, para eu ter uma vida mais saudável e tranquila”, destaca. Leia mais em http://www.jornaltabloide.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário