quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Flavio Bolsonaro fora da presidência do PSL no Rio

BR18 - Envolvido com as investigações sobre a movimentação financeira atípica de Fabrício Queiroz, Flávio Bolsonaro vai deixar antes do prazo a presidência do PSL no Rio de Janeiro. O filho de Jair Bolsonaro era presidente interino da sigla no Estado até o dia 30 de junho, mas deverá deixar o cargo no início de fevereiro.

Ao jornal O Globo, a assessoria de Flávio justificou a decisão ao fato dele assumir uma cadeira como senador. “Já cumpri minha missão, que era estruturar o partido, em poucos meses, para a disputa eleitoral. No Rio, elegemos as maiores bancadas para a Assembleia Legislativa e para a Câmara dos Deputados. 

Agora, vou assumir a cadeira no Senado, onde tratarei das questões nacionais”, disse Flavio por meio de sua assessoria. Os favoritos para sucedê-lo na presidência são Paulo Marinho, 1º suplente de Flávio no Senado, Leonardo Rodrigues, que ocupa o cargo de secretário da Ciência e Tecnologia no Rio, e os deputados Márcio Labre e Alana Passos. (Foto: Google/Reprodução)

Nenhum comentário:

Postar um comentário