quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Britânicos encontram assentos que podem ser do avião desaparecido com Sala

por Folhapress**Foto: Reprodução / Instagram
Autoridades britânicas afirmaram nesta quarta-feira (30) que suspeitam ter encontrado dois assentos do avião desaparecido com o jogador Emiliano Sala, do Cardiff City.

Exames a serem realizados nas próximas horas vão confirmar as suspeitas de que os objetos pertenciam à aeronave, segundo informou a AAIB (Agência de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido) em nota.

"Na manhã de segunda-feira, 28 de janeiro, fomos informados pelo Bureau d'Enquétes & d'Analyses (BEA), a autoridade francesa de investigação de segurança, que parte de uma almofada de assento havia sido encontrada em uma praia perto de Surtainville, na península de Cotentin", afirma o grupo britânico.

"Uma segunda almofada foi encontrada na mesma área mais tarde naquele dia. A partir de um exame preliminar, concluímos que é provável que as almofadas sejam da aeronave desaparecida", acrescenta a nota divulgada no início da tarde e que trata como "provável" a relação dos objetos com o avião desaparecido.

A Polícia de Guernsey, ilha localizada na parte britânica do Canal da Mancha, local do desaparecimento, encerrou as buscas na última quinta-feira (24), após dias de procura sem sucesso por qualquer resquício do avião que levava o jogador para Cardiff. O atacante e o piloto estão desaparecidos.

Quase que imediatamente após decisão dos britânicos, jogadores como Lionel Messi e Gonzalo Higuaín, a família de Sala e torcedores do Nantes (clube anterior do atacante) pediram para as buscas serem retomadas. Uma campanha na internet juntou R$ 1 milhão e fez a procura por qualquer resquício do avião ser reiniciada.

O mau tempo é visto como uma possível causa da queda do avião que levava Sala para iniciar a trajetória com a camisa do Cardiff, que pagou R$ 74 milhões ao Nantes para contar com o argentino a partir desta segunda metade de temporada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário