sábado, 29 de dezembro de 2018

RS: Ex-prefeito matou mulher, jogou R$ 3 mil sobre o corpo dela e depois se matou

A "namorada" do político era muito mais jovem do que ele.
Ex-prefeito de Estância Velha se mata após confessar assassinato de mulher, diz polícia
A perícia já concluiu os trabalhos e o corpo da mulher assassinada pelo ex-prefeito Elivir Desiam, o Toco, já foi recolhido ao IML. Sobre o corpo da vítima, identificada como Lúcia Bialoso Valença, 35 anos, a perícia encontrou a quantia de R$ 3 mil.

Lúcia Valença era namorada, na verdade a mulher do ex-prefeito, que em seguida viajou para Imbé, onde se matou (ele se jogou no mar para morrer afogado). Desiam foi prefeito pelo PT e também foi presidente da Fenac, Novo Hamburgo, em governo também do PT. Mais tarde entrou no PTB. Ele andava muito deprimido por ter perdido a eleição para deputado estadual e ter sentença condenatória confirmada em segundo grau. E não só.

O corpo de Lúcia estava na cozinha da casa onde ela morava, na avenida Sete de Setembro. 

A informação da PM de Tramandaí era de que Toco teria matado Lúcia e depois foi ao Litoral, onde cometeu suicídio, por afogamento. O corpo de Toco foi encontrado na praia de Imbé, no início da manhã. Antes de cometer o suicídio, Toco teria confessado o crime a familiares, que procuraram a BM de Tramandaí. G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário