sábado, 29 de dezembro de 2018

Acidente de Schumacher completa 5 anos envolto em mistérios

por Folhapress**Foto: Michael Schumacher Site Oficial / Reprodução
Há 5 anos Michael Schumacher sofreu o acidente mais trágico de sua vida durante prática de esqui em Méribel, na França. Foi sua última aparição em público. O alemão bateu a cabeça em uma rocha, teve sérias lesões cerebrais e desde então sua real condição de saúde é um dos segredos mais bem guardados do esporte.

Em uma mansão na Suíça cercada por câmeras de segurança, poucos são autorizados a entrar. O brasileiro Felipe Massa é uma das pessoas que visita o velho amigo de Ferrari, mas o que acontece por ali fica por ali.

Há uma espécie de pacto de silêncio entre amigos, familiares e até jornalistas. A imprensa especializada em Fórmula 1 respeita a privacidade de Schumacher e não escreve ou questiona o filho Mick sobre o assunto, que é mais divulgado pelos tabloides do mundo todo.

A opção da família foi divulgar o mínimo de informações. Exemplo disso aconteceu em abril de 2014, quando os parentes divulgaram que ele tinha saído do estado de coma. Logo depois, foi divulgado por sua assessora de imprensa Sabine Khem que o ex-piloto demonstrava "momentos em que tinha consciência e que estava desperto".

Três meses depois da confirmação da saída do coma, o estafe afirmou que Schumacher tinha sido transferido do hospital que ficou desde o acidente para sua casa, na Suíça. A assessora de imprensa disse que só emitiria novos comunicados caso houvesse notícias a serem dadas, e não foram divulgadas mais informações sobre seu estado desde então. Leia mais em https://www.bahianoticias.com.br/folha/

Nenhum comentário:

Postar um comentário