terça-feira, 30 de outubro de 2018

MP apurará canal de denúncias contra professores criado por deputada do PSL

Julia Lindner**Brasília**Reprodução/YouTube
Ana Caroline Campagnolo foi eleita deputada estadual em Santa Catarina
O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) vai apurar a conduta da deputada estadual eleita Ana Caroline Campagnolo (PSL), que criou um canal informal de denúncias na internet com o intuito de gravar professores em sala de aula. A 25ª Promotoria de Justiça de Florianópolis instaurou ofício nesta segunda-feira (29), procedimento para verificar "possível violação ao direito à educação dos estudantes catarinenses para adoção das medidas cabíveis", de acordo com a assessoria de imprensa do MPSC.

No domingo, após a vitória do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), Campagnolo divulgou uma imagem em redes sociais para pedir que vídeos e informações com manifestações "político-partidárias ou ideológica" de professores sejam repassados por estudantes para o seu número de celular com o nome do docente, da escola e da cidade. "Garantimos o anonimato dos denunciantes", garante a deputada no texto.

Na publicação, Campagnolo diz que hoje é o dia em que "professores e doutrinadores estarão inconformados e revoltados" com o resultado da eleição presidencial. "Muitos deles não conterão sua ira e farão da sala de aula um auditório cativo para suas queixas político partidárias em virtude da vitória de Bolsonaro. Filme ou grave todas as manifestações político-partidárias ou ideológica." Leia mais em https://noticias.bol.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário