terça-feira, 31 de julho de 2018

De roupa nova e devendo na praça

O ex-petista Cândido Vaccarezza trocou de agremiação e passou para o PTdoB, que agora é Avante.
Ele foi preso ano passado por conta de processo em que é investigado na Lava Jato. Sérgio Moro revogou a prisão, mas colocou uma condição: pagamento em juízo de fiança de R$ 1,5 milhão até o dia 1º de setembro de 2017.
Qual o quê? Até agora, não pagou nada, neca de pitibiriba.
Pior, Vaccarezza é pré-candidato a deputado federal e o site do Avante pede doações para sua campanha.
Moro não gostou e encaminhou um posicionamento do Ministério Público Federal e dos advogados do ex-deputado.  Leia Mais »

Nenhum comentário:

Postar um comentário