segunda-feira, 30 de abril de 2018

Juízes apoiam a Lava jato

Mais de dois mil juízes do Brasil formam o grupo Palavra de Juiz, que discute assuntos ligados ao Judiciário em redes sociais.
A iniciativa mais recente do grupo é uma demonstração de como anda a guerra no judiciário brasileiro. O Palavra de Juiz publicou uma moção de apoio a juízes que trabalham em crimes do colarinho branco, com destaque para as ações da Lava Jato e aos juízes Carolina Moura Lebbos, Marcelo Bretas e Sergio Moro.
No texto, declaram o “profundo repúdio à série de acontecimentos envolvendo pressões indevidas sobre as atividades de membros do Poder Judiciário, atitudes que não disfarçam a incitação à desobediência civil”. E explicam que “Essa manifestação [a moção] não decorre de voluntarismo ou arroubo de mágoa partidária, mas de obediência ao que ordena o artigo 6º do Código de Ética da Magistratura, ao dispor que ‘é dever do magistrado denunciar qualquer interferência que vise a limitar sua independência'”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário