sábado, 31 de março de 2018

Juninho Pernambucano cria polêmica ao chamar torcida do Flamengo de preconceituosa

Foto: Reprodução/ SporTV
O ex-jogador de futebol e agora comentarista Juninho Pernambucano criticou duramente a direção e a torcida do Flamengo, durante o programa Seleção SporTV desta sexta-feira (30). Ele acusou os torcedores rubro-negros de pedir a saída do lateral Renê do time titular por ser nordestino. O atleta foi sacado do time para a entrada do meio-campista Everton, improvisado na posição, na partida contra o Botafogo na última quarta (28), pela semifinal do Campeonato Carioca.

"Falta comando. A torcida quem escalou o Vinicius Jr. Foi a torcida quem tirou o Renê. O time vai para uma semifinal precisando empatar e a torcida tira o Everton, que é decisivo, lá da ponta esquerda para improvisar na lateral porque tem que pôr o Vinicius e porque o Renê é ruim. Como o Renê chegou ao Flamengo se é ruim? Cada um tem sua característica. O Renê é feio, nordestino, e não é amigo de ninguém. O Brasil é preconceituoso e a torcida da massa é preconceituosa", declarou Juninho.

Sobre a diretoria, o comentarista classificou o clube como uma bagunça. "O que acontece com o Flamengo é bagunça porque não se deixa ninguém trabalhar. O Rodrigo Caetano levou a culpa sozinho. E o trabalho que ele fez nesses três anos? Não conta? Não é porque você tem dinheiro que vai ganhar tudo. Precisa de calma e tranquilidade. Você perde um jogo desse e passa essa mensagem. Quer dizer que se a gente fizer um programa ruim você levanta e acabou tudo? Aí nada presta e o programa é uma bosta? Isso é amadorismo, não cabe mais no futebol", disse.

O Flamengo perdeu para o Botafogo por 1 a 0 e foi eliminado do estadual. No dia seguinte a derrota, o clube demitiu o técnico Paulo Cezar Carpegiani e o diretor de futebol Rodrigo Caetano. Neste ano, o Rubro-negro carioca ainda disputa a Copa Libertadores da América, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. O próximo compromisso da equipe carioca será na estreia do Brasileirão, no dia 14 de abril, contra o Vitória, às 19h, no estádio do Barradão, em Salvador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário