terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Negócios em cadeia

Segundo O Globo, o Japonês da Federal já decidiu o destino para a aposentadoria: abrirá empresa de consultoria e segurança. E veja que interessante o que mais o jornal conta: “representantes da OAS, empreiteira que tem Léo Pinheiro entre os sócios, um dos presos na carceragem de Curitiba, relataram que o executivo já falou sobre os planos do agente e manifestou interesse em contratar a empresa de Ishii para atuar na área de segurança do grupo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário