segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Tirou R$ 4.000 da poupança, vendeu sapatilhas em casa e abriu 63 franquias

Ela tirou R$ 4 mil da poupança e hoje tem 63 franquias de sapatilhas
Claudia Varella//Colaboração para o UOL, em São Paulo
Conheça a Mil e uma Sapatilhas, com 64 lojas no país
A Mil e uma Sapatilhas foi criada em 2015 por Renata Marcolino, em São Paulo. Hoje, a rede tem 64 lojas (1 própria e 63 franquias) em oito Estados. Vende calçados femininos, mas as sapatilhas representam 80% das vendas. O preço das sapatilhas é fixo: R$ 35 (SP) e R$ 39,99 (demais Estados). 

Ela chegou a atrasar três meses o pagamento das prestações da casa própria. Foi a necessidade financeira que levou a fonoaudióloga Renata Marcolino, 32, a buscar alternativas: tirou R$ 4.000 da poupança para comprar sapatilhas e revendê-las em casa. Hoje, ela é dona da rede Mil e uma Sapatilhas, empresa aberta em novembro de 2015, em São Paulo.

Com 64 lojas (1 própria e 63 franquias) em oito Estados (SP, RJ, MG, PR, BA, PB, MS e GO), a rede de franquias faturou R$ 20 milhões no ano passado. O lucro não foi revelado.

Sou louca por sapatilhas, sempre as usei, por serem práticas e confortáveis. Quando precisei de uma renda extra, pensei nelas na hora.

Renata Marcolino, dona da empresa
Na época, trabalhava na Prefeitura de Guarulhos e em um consultório particular na Mooca (zona sul de São Paulo). O marido, Arthur Marcolino, 31, tocava, junto com os pais e o irmão, as três lojas de móveis para escritório da família, que foram fechadas entre 2015 e 2016. A família estava no ramo havia 50 anos. Hoje, ele é sócio de Renata na empresa.

Inicialmente, Renata vendia os sapatos em casa mesmo, na Mooca, para amigas e conhecidas. "Mas eu ia aonde soubesse que havia clientes. Levava para Guarulhos onde eu atendia. Até em uma viagem a passeio, eu levei os pares para vender", relata.

Sua clientela cresceu. Renata e o marido decidiram, então, ampliar os negócios, com a ajuda de revendedores. Após dois meses, em novembro de 2015, eles abriram a primeira loja, no bairro do Tatuapé (zona leste de São Paulo). Investiu R$ 50 mil. LEIA TUDO AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário