quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

MPF quer pena pesada para Bendine

Radar On-line, VEJA
O Ministério Público Federal pediu ao juiz Sergio Moro que o ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil Aldemir Bendine seja condenado a 30 anos de prisão por práticas de corrupção.

Na mesma ação penal, os procuradores também pediram a condenação de Marcelo Odebrecht, Fernando Ayres, André e Antônio Carlos Vieira da Silva e Álvaro Novis.

“Embora pareça, em primeira análise, uma pena rigorosa, ela não é, pois o seu parâmetro, além de tomar em conta a probabilidade de punição, deve ser a pena do homicídio, porque a corrupção de altos valores mata”, escreveu o MPF.

Segundo os procuradores, a situação de Bendine se agrava pelo fato dele ter ido à petrolífera com a missão de combater práticas criminosas.

“Assim, se entendêssemos que uma punição adequada para um crime de corrupção é de 10 anos de prisão, mas a probabilidade de punição para alguém que o pratica é de 33%, a pena, para ser um fator real de desestímulo, deve ser de 30 anos de prisão”, disseram os procuradores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário