sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Sem fundos em 2018

O Tribunal Superior Eleitoral deverá proibir o uso de recursos do Fundo Partidário na campanha eleitoral do ano que vem. São cerca de R$ 900 milhões. A tendência da ministra Rosa Weber é decidir, em consulta feita ao tribunal pelo deputado Cícero Almeida (Podemos-AL,), que apenas o recém-criado Fundo Eleitoral poderá custear a disputa. O prazo da ministra é 5 de março. Com dinheiro do Orçamento da União, o Fundo Eleitoral terá R$ 1,7 bilhão em 2018. As informações são de Lydia Medeiros n’O Globo

Parlamentares de todos os partidos acham que é pouco, mas, temendo repercussão negativa, descartaram proposta do senador Romero Jucá de dotar o fundo com R$ 3,6 bilhões — 50% do gasto oficial das eleições de 2014. Jucá ainda não desistiu de aumentar esse valor e já declarou que o debate precisa ser reaberto. Não deverá ficar só a partir de março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário