domingo, 31 de dezembro de 2017

Sara Geurts, a mulher que engana a velhice

Ele tem 26 anos, mas ninguém diria: Sara tem a pele de uma mulher idosa
Seu nome é Sara Geurts, é uma moça de 26 anos de idade, mas a princípio ninguém diria. Aos 10 anos foi diagnosticada com Síndrome de Ehlers-Danlos , uma doença rara que inibe a produção de colágeno, a proteína que mantém a elasticidade e firmeza da pele.

Não foi fácil para ela aceitar-se após a descoberta da doença, começou a parecer mais velha do que é, na verdade; desde criança foi forçada a enfrentar os olhares inconvenientes e provocações dos colegas. Hoje, apesar de ter rugas no pescoço, estômago, braços, ela conseguiu tornar-se modelo. 

"Minha pele foi a minha maior insegurança, mas agora eu acho que é a melhor coisa que eu tenho. Cada imperfeição que você tem, é individual, e conta uma história sobre você e quem você é, e a luta e a viagem que você tem realizado ", disse Sara.

Ela não quer ser vista como modelos de beleza comumente aceitos, quer ser única, "não convencional". No Instagram é mais ativa do que nunca e não perde uma chance de mostrar o corpo. Seu objetivo é dar força a todas as pessoas que estão em situações semelhantes, na esperança de que eles possam ver a beleza única de seu corpo.

A síndrome de Ehlers-Danlos ou Cutis elastica, é um grupo de doenças hereditárias do tecido conjuntivo, causada por um defeito na síntese de colágeno (tipo I, III ou V). O colágeno no tecido conjuntivo ajuda a resistir à deformação dos tecidos. 

A síndrome foi nomeada após dois médicos, Edvard Ehlers da Dinamarca, e Henri-Alexandre Danlos da França, que a identificaram, na virada do século XX.[3] http://dominiofemininodf.blogspot.com.br/?expref=next-blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário