sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Categorias excluídas do MEI fazem abaixo-assinado contra resolução do Simples

Foto: Divulgação / SBPT
Retirados do rol das categorias que podem ser microempreendedores individuais, personal trainers, arquivistas de documentos, contadores e técnicos contábeis fazem abaixo-assinados na internet e tentam reverter a medida. Dados do Portal do Empreendedor apontam que mais de 100 mil pessoas foram afetadas com a Resolução 137 do Comitê Gestor do Simples Nacional, publicada no início de dezembro. Segundo informações da Agência Brasil, a Sociedade Brasileira de Personal Trainers (SBPT) foi uma das entidades de classe que recebeu com surpresa a alteração, já que a inclusão no MEI foi feita em 2013, pelo próprio comitê. É a categoria que mais tem excluídos da modalidade – 35.690 profissionais. “O MEI tinha formalizado a atividade, esteve crescendo bastante entre os profissionais. Agora para formalizar, as opções ficam mais custosas. A maioria vai voltar para a informalidade”, afirma o diretor da SBPT, Marcos Tadeu. Ele estima é que haja cerca de 90 mil personal trainers atuando no país, sendo que a maioria que trabalha formalmente é MEI. O abaixo-assinado criado Conselho Federal de Contabilidade já reunia 4.766 assinaturas às 7h25 desta sexta-feira (29). O Brasil tem 7,7 milhões de MEI ao todo, sendo 103.567 integrantes das três categorias que serão excluídas em 2018. Há também 33.017 arquivistas de documentos. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário