terça-feira, 31 de outubro de 2017

MPF quer aumentar pena de sete condenados na Lava-Jato

Radar On-Line, VEJA
O Ministério Público Federal acaba de protocolar pedido para aumentar as penas dos doleiros Jorge Luz e o filho, Bruno, do empreiteiro Milton Shahin e o filho, Fernando, assim como dos executivos da Petrobras Luiz Carlos Moreira e Demarco Epifânio, e Agosthilde Mônaco de Carvalho, homem de confiança de Nestor Cerveró.

Os sete foram condenados pelo juiz Sergio Moro no último dia 20 a penas que variam entre 6 e 13 anos de reclusão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário