quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Vaccari, o corrupto tesoureiro do PT, pede e perde habeas em Porto Alegre. Ele está condenado a 41 anos de cadeia

O pedido de soltura do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto foi negado nesta quarta-feira pelos três desembargadores que compõem a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região(TRF4), em Porto Alegre.

O ex-tesoureiro foi condenado, em 2015, num dos processos, a 15 anos e 4 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em investigações da Operaçã Lava Jato. Neste processo, na segunda instância, porém, foi considerado inocente.

Além dessa, outras quatro condenações pesam contra ele, todas no âmbito da Lava Jato. Por isto continua preso no Paraná.

Condenações
Vaccari cumpre pena no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Além do processo em que foi absolvido, ele foi condenado em outros quatro, todos na Lava Jato:
- 9 anos de reclusão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro
- 6 anos e 8 meses, por corrupção passiva
- 10 anos, por corrupção passiva
- 6 anos de reclusão, por corrupção passiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário