terça-feira, 8 de agosto de 2017

Rodrigo se defende de polêmica com Milton Mendes e ressalta: “Não é meu amigo”

São Paulo, SP
O empate sem gols da Ponte Preta com o Vasco na noite deste domingo foi palco de encontros e polêmicas. Foi a primeira vez que o zagueiro Rodrigo enfrentou seu ex-clube desde sua saída, no início do Campeonato Brasileiro. Após a partida, foi flagrado que o defensor empurrou o técnico do Cruz-Maltino na saída do campo, atitude que chegou a virar caso de polícia. Para se defender, o jogador utilizou suas redes sociais e publicou um vídeo explicando o seu lado: “Não é meu amigo”, disse, sobre Milton Mendes.

“Eu estava conversando com os meninos. Dando os parabéns para eles, porque estavam jogando… ele me pegou de surpresa, um cara que saí do Vasco por causa dele. Ele que pediu a minha saída. Já deixei claro isso em todas as entrevistas quando saí de lá. Não gosto dele, não é meu amigo”, afirmou.

Rodrigo deixou o Vasco no início da temporada pelo torneio nacional. Naquele momento, o defensor chegou a revelar que o motivo de sua saída deu seu por conta de um pedido do técnico Milton Mendes aliados a interesses de algumas pessoas da diretoria. Diante disso, justificou seu ato com o treinador em seu perfil oficial.

“A hora que eu o vi ali, a primeira coisa que fiz foi dar um empurrão nele para que ele tirasse a mão de mim, e a hora que eu dei o primeiro empurrão, ele já começou a me agredir verbalmente”, finalizou. Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário