domingo, 13 de agosto de 2017

Quênia tem 24 mortes após eleição, diz ONG

Foto: Goran Tomasevic / Reuters
Pelo menos 24 pessoas morreram em confrontos da Polícia contra manifestantes no Quênia, África. Os óbitos ocorreram entre sexta-feira (11) e sábado (12). Segundo a Agência EFE, as mortes aconteceram por enfrentamentos entre a polícia e seguidores da oposição, que não aceitam a vitória nas últimas eleições do atual presidente, Uhuru Kenyatta. A organização humanitária Comissão Nacional para os Direitos Humanos do Quênia (KNCHR) informou que entre os 24 mortos, dois são menores de idade. Do total de vítimas, 17 morreram em subúrbios de Nairóbi, capital do país. O presidente da KNCHR, Kagwiria Mbogori, condenou em coletiva de imprensa o “uso excessivo da força” por parte da polícia e exigiu que as autoridades “dominem” os agentes e lhes exijam a cessação do uso de fogo real contra os manifestantes. Ainda segundo a EFE, os protestos começaram após a vitória de Kenyatta, anunciada na sexta passada e não aceitação pela coalizão opositora Super Aliança Nacional (NASA, na sigla em inglês), que apresentou resultados alternativos que davam a vitória ao seu candidato, Raila Odinga. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário