quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Ovada em Dória pode ter sido desperdício de alimento

Por Fábio Lau
Não vai demorar aparecer alguém para dizer: não deviam ter jogado ovo em Dória. Afinal, esta é a arma da direita, intransigente, intolerante e blá, blá, blá.

É fato que, pensando de maneira fria, um ovo é alimento e não deveria ser desperdiçado com pouca coisa..... (soou irônico o suficiente?)

Mas é fato também que, com tanta gente passando fome....(este apelo emocional é de lascar! Sempre tem alguém que....)

Mas é fato que um amigo pessoal e do Facebook, um jornalista de mão cheia, desempregado, disse logo após saber do episódio:

- Eu morrendo de fome, sem nada para comer aqui em casa, e a turma atirando ovo no Dória. E não foi só um, não. Foi quase uma dúzia. É que só um acertou!

E ele estava certo. de fato foram muitos ovos.

Acredito, realmente, que o ovo na testa seja algo representativo do todo. Há um simbolismo na clara e gema misturados na testa escorrendo por sobre olhos e face. Claro que sim.

Mas é fato também que gostamos quando o fazem contra um canalhudo político. Canalhudo político é um cara que, por exemplo, ao receber flores de uma mulher a atira pela janela. Foi o que fez o prefeito no início da sua gestão. Merece ou não umas ovadas?

Dória, pelo conjunto da obra que consistiu em desalojar cracudos em tratamento, demolir muros, ampliar velocidade nas vias aumentando assim o número de mortos e acidentes e sua soberba patética, era um alvo merecedor de uma ovada.

Mas há de se conter o desperdício. Não dá para o cara treinar em casa?

Dória mandou apagar a arte exposta em muros em São Paulo. O que mais, se não ovos, para expurgar nossa revolta?

Dória acabou com projetos culturais na periferia. Ovo!

Dória desconstrói a gestão Fernando Haddad e nada faz para substituir trabalhos na periferia. Dúzias de ovos!

Segundo Bela Gil, é possível substituir o ovo na alimentação e até na omelete. Mas o que a bela não sabe é que nada se iguala a uma ovada certeira, né não? http://www.conexaojornalismo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário