domingo, 6 de agosto de 2017

"Não vão tirar a Venezuela do Mercosul", diz Maduro depois de punição do bloco

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, assegurou que o país vai permanecer no bloco econômico, mesmo após a sanção imposta pelo grupo neste sábado (5). Em entrevista a uma rádio argentina, ele ainda se referiu ao Brasil como um lugar de "oligarquias golpistas". 

"Não vão tirar a Venezuela do Mercosul. Nunca. Somos Mercosul de alma, coração e vida. Algumas oligarquias golpistas, como a do Brasil, ou miseráveis, como a que governa a Argentina, poderão tentar mil vezes, mas sempre estaremos aí", disse o presidente à Rádio Rebelde da Argentina. 

O Mercosul decidiu neste sábado suspender os direitos políticos da Venezuela por "ruptura da ordem democrática". A decisão foi anunciada depois de reunião realizada em São Paulo entre representantes do Brasil, da Argentina, do Uruguai e do Paraguai, os quatro países fundadores do bloco. Foto:Governo da Venezuela

Nenhum comentário:

Postar um comentário