quinta-feira, 3 de agosto de 2017

MPF investiga suposta fraude em sistema de cotas da Ufba

A universidade terá um prazo de 20 dias para prestar esclarecimentos a respeito da denúncia
Uma denúncia de estudantes apontando suposta fraude no sistema de cotas para ingresso na Universidade Federal da Bahia (Ufba) chamou a atenção do Ministério Público Federal (MPF). Um dos casos apurados teria ocorrido na Faculdade de Direito.

Em nota enviada à imprensa, a universidade disse que foi criado um grupo de trabalho no intuito de discutir mecanismos permanentes de fiscalização e acompanhamento que sirvam de fortalecimento da autodeclaração como instrumento de acesso às políticas públicas.

A Ufba também explicou até o processo seletivo para o ano letivo de 2017, sempre adotou a autodeclaração dos participantes, um "critério previsto em lei e reconhecido internacionalmente".

A universidade terá um prazo de 20 dias, a partir da notificação feita pelo MPF no último dia 18 de julho, para prestar esclarecimentos a respeito da denúncia.  Bocão News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário