terça-feira, 8 de agosto de 2017

MPF apresenta a 13ª e 14ª denúncia contra Sérgio Cabral

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF-RJ) apresentou mais duas denúncias contra o ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral (PMDB) a partir de investigações da Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato no estado. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, as duas denúncias são a 13ª e 14ª apresentada contra Cabral, que está preso desde novembro do ano passado. As investigações indicam que o peemedebista recebeu ao menos R$ 122,8 milhões em propina entre 2010 e 2016 (ele deixou o governo em 2014) em troca da edição de decretos, projetos de lei e outros dispositivos oficiais que favoreciam as empresas de ônibus que atuam no Estado. O MPF aponta que "sempre que havia reajuste" da tarifa das linhas de ônibus intermunicipais, o ex-governador recebia "prêmios" da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), que engloba dez sindicatos de empresas de ônibus que atuam no estado. Os R$ 122,8 milhões fazem parte de um montante maior de pagamentos ilegais, que são estimados na ordem de R$ 260 milhões. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário