sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Menino de 8 anos cria cinema de graça para carentes

Por: Só Notícia Boa
Cine Oportunidade - Foto: Rafael Almeida/Arquivo Pessoal
Cine Oportunidade - Foto: Rafael Almeida/Arquivo Pessoal
Um menino de apenas 8 anos criou um cinema gratuito pra crianças carentes.

Rafael Kaweh é apaixonado por animações e decidiu criar o “Cine Oportunidades” para levar diversão e arte a meninos e meninas que não tem acesso à telona.

O pai dele, o assistente social Rafael Almeida, conta que o filho deu a ideia após saírem de uma sessão no cinema no Via Verde Shopping, em Rio Branco, no Acre.

As sessões organizadas pelo menino, com ajuda dos pais, tem pipoca e refrigerante e são sessões quinzenais.

A última sessão ocorreu em julho com o filme “Divertidamente”.

A sede do projeto fica na Rua Guajará, no bairro Cidade do Povo, em Rio Branco.

Os filmes sempre têm algo para refletir e no final da exibição há uma conversa com as crianças para falar da mensagem que elas ouviram e o que acharam, conta Almeida, o pai do menino.

A ideia
No começo Rafael queria que o pai comprasse um cinema e desse entradas gratuitas para todos, mas Almeida explicou que seria muito caro.

Aí o menino contou que na escola os filmes eram exibidos para várias pessoas com projeções em um tecido branco.

Com doações, a família comprou um banner, um projetor e uma caixa de som.

O Cine Oportunidades já teve duas sessões. O nome vem de um projeto social que o pai e a mãe têm chamado “Oportunidade”.

Os dois decidiram usar a estrutura e a equipe de voluntários para colocar a ideia do filho em prática.

Além do filme, crianças que nunca tiveram a oportunidade de ir a um cinema de verdade concorrem a dois ingressos, sorteados quando termina o filme.
“Fazemos o sorteio e levamos os ganhadores ao cinema. Para mim, como pai, é muito emocionante ver essa atitude. Fico muito feliz, isso mostra que eu e a mãe dele somos um exemplo para ele com nosso trabalho social. Ele ter esse espírito de compartilhar é muito importante para nós”, finaliza.
Foto: Rafael Almeida/Arquivo Pessoal / Com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário