quarta-feira, 9 de agosto de 2017

ILHÉUS-BA: Câmara extingue mandato de vereador preso

A Câmara Municipal de Ilhéus extinguiu nesta terça-feira (8), o mandato do vereador Jamil (PP) por ultrapassar a licença de 120 dias que tinha pedido por problema pessoal. Jamil está preso desde o dia 22 de março deste ano em virtude de uma prisão preventiva da Operação Citrus. A investigação começou em 2015, mas o grupo já atuava desde 2009. A suspeita é de que as empresas envolvidas tenham lucrado mais de R$ 20 milhões com as fraudes em licitações. O presidente da câmara, Lukas Paiva(PSB), seguiu o parecer do setor jurídico da casa. Com isso o suplente Escuta (PP), será empossado definidamente como vereador. (Só em Ilhéus)

Nenhum comentário:

Postar um comentário